pesquisa randômica

Pesquisando sobre SEO, web semântica e ontologias, tenho percebido que há um esforço por parte das empresas de internet em otimizar os mecanismos de pesquisa.

Essa otimização é fascinante, daqui a pouco você pergunta no Google “onde rola a feijoada do Pedrão” e cai direto no Google Maps com um link pro evento no facebook.

Mas e aí vem outra coisa:

Quando você responde uma pergunta direta e objetivamente você não está se robotizando, ou ainda, encurtando os caminhos do conhecimento?

Não é a mesma coisa que alguém te pergunta, só pra quebrar o gelo: “Você vem sempre aqui?” e você responde que sim e vai embora?

Às vezes a coisa mais legal de fazer uma pesquisa no Google é justamente encontrar resultados aleatórios e se perder em hiperlinks que você nunca imaginaria conhecer. Essa é a premissa do aprendizado na Wikipedia, por exemplo.

A ironia humana é que vai nos salvar ainda. Isso um computador não entende.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s