Manifesto pelo “ter menos”

Eu teria menos. Teria menos tralhas, menos coisas com que me preocupar, menos caminhos pra encurtar, menos coisas pra tropeçar, menos peso pra carregar, mais espaço pra respirar, mais terreno onde semear minhas ideias, mais espaço pra mim. Eu seria simples. E seria eu.

Menos. Cairiam as grandes estruturas enferrujadas da humanidade frente a uma ideia menor do que elas? Isso seria reverter uma ordem social da soma e da multiplicação pra, quem sabe, uma divisão ou subtração. Na subtração de desnecessidades, enxugamos os arabescos, os enfeites, as muletas estéticas pra preencher um espaço imaginário. Assim ensinam hoje no design.

Um pensamento que segue a noção de que o tempo é curto, que a vida é grande e de que o conteúdo que mais a preenche são as relações, é o que condensa as ideias para que elas tomem uma única forma: que essa forma seja simples, limpa, prática, condensada e útil. Pro diabo aquele que diz que “hoje o que importa é ter conteúdo, ter relevância”! Esse passou tempo demais trancado num escritório, inócuo às relações.

Não é hoje amigo, é desde sempre. Sabido foi aquele que entendeu isso logo, e entendeu também que pra morrer, basta estar vivo. “A vida é pra valer, e não se engane não, tem uma só. Duas mesmo que é bom ninguém vai me dizer que tem (…)”. E a dita cuja chega pra todos.

Pensar pequeno é pensar diferente. É nossa micro-revolução de cada dia que importa. Como já disse, “os gigantes sempre tropeçaram mais fácil“.

(esse texto começou com o primeiro parágrafo perdido no meu sketchbook. Não era pra ser pra Apple ou pro Steve Jobs, mas eu fiquei realmente chocado com a morte do cara e o que sucede o primeiro parágrafo traduz isso aí. Ah, e menos é mais.)

2 respostas em “Manifesto pelo “ter menos”

  1. Pingback: O último mês de nossas vidas | implosão do sentido

  2. Pingback: The last month of our lives. | implosão do sentido

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s