“você vai pra onde agora?”

Começava a esquentar demais e o asfalto enganava os olhos. O chão chegava a crepitar.

– Tá, e você vai pra onde agora?

– Acho que eu vou praquele lugar ensolarado, que aquele boliviano falou pra gente uma vez, lembra? Um trecho disso tudo tem que acontecer lá.

– Então faz o seguinte, leva essas sementes de girassol com você. Uma tradição indígena diz que eles trazem sorte em lugares ensolarados. Mas cuidado à noite, à noite eles não trazem sorte.

– Me ajuda com as malas?

– Claro. Levo elas pra você.

– Não, eu quero abrir todas elas e deixar por aqui. Pegue minhas coisas quem quiser.

– E não vai levar nada consigo?

– Vou levar um punhado de sementes de girassol. Agora vou ter vento fresco, calor nas costas e um bocado de sorte. É o suficiente pra um lugar ensolarado.

O ônibus desponta na esquina. Os dois se riem um do outro. Meses depois foi encontrada uma floresta de cabeças amarelas seguindo o sol, em algum lugar onde ele alcançava.

(ilustração do Matt Furie)

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s