Samuel Cardeal e os “Poemas Naturais”

Minha família é foda, disso não tenho dúvida. A sua também é, com certeza. Mas a minha tem histórias incríveis (tipo a história de uma tia-avó que foi governanta do Getúlio Vargas).

Meu vô, como eu já disse, desbravou o sul do Brasil na década de 40 (estrada de terra meu amigo, dias pra percorrer alguns quilômetros).

Um dos meus tios, por exemplo, tem uma habilidade fantástica: sabe usar todos os dedos. Ao mesmo tempo. Toca violão desde guri novo (assim que o vô se refere a quando ele tinha aquela idade), e estuda violão clássico desde então.

Ele gravou um álbum chamado “Poemas Naturais” com 12 faixas; uma pra cada um dos nove irmãos, mais os pais. Cada música tem um nome correspondente a uma característica do irmão, tem uma tia que tem a música de nome vento (tem parte I e II), minha mãe é areias. Não é por ser da família não, mas eu particularmente acho muito foda.

Tem um trecho de “Vento” (em 2:14) que me lembra essa cena de Babel, não sei por quê. Fato é que essas músicas de uns 20 anos atrás tão no youtube agora. Começa pela mãe e termina no pai.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s