sobre

Talvez por que a vida é essa eterna busca pelo sentido dela mesma, ou talvez o sentido dela nem faça tanta diferença.

Viver o ‘agora, hoje, aqui’  é tão surpreendente – são dezenas de ‘WTF’ diários – que com sentido ou não, só nos resta a adrenalina de viver.

E entramos num processo de autofagia midiático, é a informação devorando os seus próprios conteúdos, “devora a comunicação  e o social.”

Como se toda a nossa civilização estivesse desabando, vamos construindo nossos castelos nas nuvens, um sonho da arquitetura informacional.

Por isso aqui estamos, construindo densidade, aspereza, luz e sombra com o que se supõe ser o primeiro meio de comunicação humano, a linguagem.

 

Como disse Jean Baudrillard, ‘mais real que o real, é assim que se anula o real.’

4 respostas em “sobre

  1. Pingback: O último mês de nossas vidas | implosão do sentido

  2. Pingback: The last month of our lives. | implosão do sentido

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s